• Projeto Restaure

Aquietai-vos…

Atualizado: Jul 16


Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus; sou exaltado entre as nações, sou exaltado na terra.” Salmos 46:10


Em meio à quarentena e notícias de pessoas morrendo por toda parte, e sinais do fim do mundo, será que é possível nos aquietarmos e encontrar paz suficiente para não se desesperar?

Buscando essas respostas, Deus começou a me responder de diferentes maneiras recentemente, começando com Daniel 12:1:

Nesse tempo, se levantará Miguel, o grande príncipe, o defensor dos filhos do teu povo, e haverá tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas, naquele tempo, será salvo o teu povo, todo aquele que for achado inscrito no livro.”

Estamos


rapidamente nos aproximando desse tempo de angústia, que será muito mais intenso do que o que estamos vivendo agora. Como poderemos suportar o pior, quando essa crise já está deixando muitos desesperados?

No texto acima, o anjo disse a Daniel que os filhos de Deus serão defendidos por Miguel, o grande príncipe, e Ele salvará todo aquele que for achado inscrito no livro. Então as notícias podem ser ruins, as provações podem ser grandes, mas nós temos um defensor. E porque, então, ainda vivemos em angústia? Talvez porque precisamos conhecer melhor nosso defensor.

Quando existe uma luta entre dois oponentes, geralmente os dois possuem forças que se equiparam, e é por isso que a platéia fica angustiada, pois não sabe que vencerá.


No grande conflito, no entanto, não precisamos ficar angustiados, pois a força dos oponentes não se equipara, sabemos quem vencerá. Miguel, nosso defensor, é infinitas vezes mais poderoso que o inimigo. Até mesmo o inimigo sabe que ele é um oponente fracassado.

Quando Jesus expulsou demônios em Gadara, registrado em Mateus 8, Marcos 5 e Lucas 8, é nos dito que os demônios disseram a Jesus: “Vieste aqui nos atormentar antes do tempo?” Isso indica que eles sabem, que seus dias estão contados. Eles sabem que Jesus é mais poderoso que seu líder, tanto é que na sequência da história eles rogam a Jesus que os mande para a manada de porcos. Quem estava no controle da situação o


tempo todo ali? Jesus, nosso defensor. O inimigo nem mesmo podia entrar nos porcos, se Jesus não os mandasse para ali.

Amigos, nesses momentos tão confusos para nós, precisamos nos dedicar a conhecer nosso defensor, para que no momento de adversidade tenhamos confiança plena nEle. O apelo para nós é:

Estudai


a Cristo. Estudai Seu caráter, aspecto após aspecto. Ele é o nosso Modelo que nos é requerido imitar em nossa vida e em nosso caráter, senão deixaremos de representar a Jesus, e apresentaremos ao mundo um modelo espúrio.… Eu vos apresento o Homem Cristo Jesus. Precisais conhecê-Lo individualmente como vosso Salvador, antes que possais estudá-Lo como vosso modelo e exemplo.” Mensagens Escolhidas, v. 3, p170.

Não podemos deixar os temores e preocupações tomarem o tempo do estudo da Palavra de Deus. Muitas coisas tem nos distraído: notícias alarmistas e sensacionalistas, problemas com nossos queridos devido à pressão que estamos passando. Até mesmo informações que relacionam os eventos do fim do mundo com os fatos que estão acontecendo, se elas estiverem roubando nosso tempo de comunhão com Deus, e estiverem nos fazendo deixar de confiar nEle, algo está errado. Nosso foco neste momento precisa estar em Cristo, em conhecê-Lo e em confiar inteiramente nEle.

De João Batista é nos dito: “De dia e de noite, Cristo era o seu estudo, sua meditação, até que a mente e o coração ficassem cheios da gloriosa visão. Ele contemplava o Rei em Sua beleza, e o eu se perdia de vista. Ao contemplar a majestade da santidade reconhecia-se incapaz e indigno. Essa era a mensagem de Deus que ele tinha de anunciar. E no poder de Deus e em Sua justiça ele deveria confiar.” Testemunhos para a Igreja, v. 8, p. 333

Precisamos nos aquietar, para sabermos quem é o nosso Deus. Não conseguiremos vê-Lo em Seu poder e majestade, não conseguiremos confiar em Sua justiça se nossa mente estiver constantemente preocupada com outras coisas. Jesus quer nos dar a Sua paz. Ele nos


diz: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.” João 14:27

A paz que o mundo oferece só acontece quando tudo está bem, se algo não está bem, não há paz. A paz que Jesus oferece, pode até parecer contraditória, mas é a paz que sentimos quando as coisas não estão bem. A paz que vai além dos problemas e nos traz calma e tranquilidade. É a “paz de Deus, que excede todo o entendimento” e essa paz “guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.” Filipenses 4:7

Não é maravilhoso! O próprio Deus provê a paz que nos tranquiliza apesar das dificuldades e guarda nosso coração e mente em Cristo Jesus. Isto é, Sua paz nos mantém focados em Miguel, nosso defensor e não nos ataques que o inimigo tem nos feito.

Amigo, esta é a paz que precisamos buscar intensamente. Se por um momento você se distrair com as dificuldades e perder a confiança, corra de volta e busque a paz de Deus. Aquietai-vos… é o convite e sabei que Ele é Deus.


43 visualizações

Siga-nos nas redes sociais

  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • White Facebook Icon

Projeto Restaure © 2020