Se nos entregamos a Deus, para fazer a Sua obra, não precisamos estar ansiosos pelo dia de amanhã. Aquele de quem somos servos, conhece o fim desde o princípio. Os acontecimentos do amanhã, ocultos a nossos olhos, acham-se à vista daquele que é onipotente.



Cristo não nos deu promessa alguma de auxílio para quando levarmos hoje os fardos de amanhã. Disse Ele: “Minha graça é suficiente para você” 2 Cor. 12:9.

Um dia de cada vez nos pertence, e durante o mesmo cumpre-nos viver para Deus. Por esse dia devemos colocar na mão de Cristo, em solene serviço, todos os nossos desígnios e planos, depondo sobre Ele toda a nossa solicitude, pois tem cuidado de nós.


Deus não nos entrega nossa preciosa possessão, para que Satanás, por seus astutos ardis, não nos engane, como fez com o primeiro par no Éden. Cristo a mantém para nós, além do alcance do espoliador. Como a criança, receberemos dia a dia o suficiente para amanhã. Temos a garantia de Sua promessa:”Habitarás na Terra e, verdadeiramente, serás alimentado”Salmos 37:3.

“Porque sou Eu que conheço os planos que tenho para vocês, diz o Senhor, planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhe esperança e um futuro” Jeremias 29:11.


Se nos entregarmos ao serviço de Deus, Aquele que tem todo o poder no Céu e na Terra proverá o que necessitamos.


Trechos do livro O Maior Discurso de Cristo, p. 63, 64, 71

Um Dia de Cada Vez

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *