Você já percebeu como a árvore de Natal perde a graça depois que os presentes são tirados debaixo dela e distribuídos?
Não sei quanto a você, mas muitas vezes depois de passar a euforia das festas de Natal, eu sentia vontade de desmontar a árvore rapidinho e seguir adiante com a vida. Mas, será que a lembrança do Natal precisa ser tão passageira assim?

Ao ler o testemunho abaixo de uma família que trocou a árvore pela manjedoura, cheguei à conclusão que depende… Depende do enfoque que damos ao Natal e percebi que talvez meu enfoque nem sempre tenha sido o correto. Quem sabe porque não tenho refletido o suficiente no tamanho do presente que foi a vinda de Jesus ao mundo. Então aqui vai uma parte do testemunho da Dollie que li aqui:
Quando criança eu acreditava 100% em Papai Noel, então a árvore de Natal para mim era uma lembrança da promessa dos presentes que iria ganhar. Era um símbolo de todos os desejos que imaginava e a antecipação do que encontraria na manhã de Natal. Uma vez que os presentes eram abertos a árvore de Natal já não chamava mais a minha atenção e não me dava mais esperança de algo que chegaria…. Apesar de ser a mesma árvore que me atraíra 24 horas antes, ela perdera sua promessa e junto com ela, a minha empolgação.

Quando nós trocamos nossa árvore de Natal pela manjedoura, descobrimos que nosso enfoque foi mudado para o melhor presente que já fora dado. Ter a manjedoura como símbolo do Natal em nosso lar nos ajudou a lembrar durante toda a época do Natal e até mesmo depois que os presentes foram abertos, que nós ainda estamos esperando por algo… uma promessa.

A simples manjedoura nos relembra que o nascimento de Jesus teve um propósito; e Seu dom de salvação, apesar de já estar disponível para nós hoje, é o dom da vida eterna que nos mantém olhando para a manjedoura do mesmo modo que eu olhava para a árvore de Natal.

E anseio a Sua promessa… Seu retorno… Seu dom de vida eterna.

Substituir nossa árvore de Natal por uma manjedoura tem sido muito bom para nossa família enfocar nos presentes que o nascimento de Jesus nos traz. Não muda o modo como celebramos com nossa família, ao contrário melhora nossa antecipação do presente que ainda está por vir.”
Que neste Natal, mesmo se você não tiver uma manjedoura em sua casa, você se lembre que o maior presente não perde a graça no final do dia 25, ele continua pois ele é a nossa Grande Esperança… a vida eterna em Cristo Jesus. 
Clique os links abaixo para ler artigos com outras ideias para um Natal mais focalizado em Jesus.

Porque a Manjedoura Substituiu Nossa Árvore de Natal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *