Efamilia santuariom todos os serviços do santuário, havia cooperação entre o humano e o divino. Os sacerdotes deviam ministrar e servir. Eles exerciam autoridade, no entanto eles deviam ser servos. Como nós podemos servir uns aos outros no lar?

Em João 13:12-17 lemos sobre o exemplo e advertência de Jesus ao servir seus discípulos na última ceia. Foi Jesus, seus Senhor e Mestre, que serviu amorosamente os discípulos.

Uma Visão do Santuário e seus Arredores

No santuário do acampamento de Israel havia quatro áreas: O lugar santíssimo, o lugar santo, o pátio e o acampamento. O centro e núcleo do santuário e seus serviços era o lugar santíssimo. O lugar santíssimo e o lugar santo formavam a tenda do santuário. Depois havia o pátio e o acampamento.

As áreas do santuário no lar:
O lugar santíssimo – o esposo e a esposa (o círculo sagrado mais íntimo) e seu relacionamento físico, mental e espiritual.
O lugar santo – os pais, os filhos, e os familiares mais chegados (e seus relacionamentos)
O pátio – a família da igreja e outros no lar (e seus relacionamentos). Esses participam do culto – “o sacrifício da manhã e da tarde”.
O acampamento – aqueles que estão fora do lar (e sua influência), o mundo em geral.

Reflexão: Como o lar pode ser um santuário?

A Primeira Responsabilidade dos Pais

“Seus deveres encontram-se ao seu redor, por perto e por longe. Seu primeiro dever é para com seus filhos e os parentes mais próximos. Coisa alguma o pode desculpar de negligenciar o círculo interior pelo círculo maior, lá fora… Filhos e Filhas de Deus, 223.

O Senhor não exige que alguém negligencie o círculo sagrado da família para o círculos mais amplos dos outros.

Quais são algumas atividades que a família pode fazer junto, que podem incluir outros?
– Cultos
– Recreação
– Trabalho Missionário
– Recepcionar convidados

O círculo sagrado da família não deve ser considerado tanto em termos “geográficos”. É mais um estado mental. Ele deve ser mantido em todo lugar – até mesmo em um campo de concentração!

O Santuário do Lar e Sua Influência
“Algumas famílias têm uma pequena igreja em casa. O amor mútuo liga entre si os corações, e a unidade que existe entre os membros da família prega o sermão mais eficaz que se possa pregar acerca da piedade prática. Ao cumprirem fielmente os pais seu dever na família, restringindo, corrigindo, aconselhando, guiando – o pai como o sacerdote da família, a mãe como missionária do lar – estão ocupando a esfera que Deus quer que ocupem. Pelo fiel cumprimento dos deveres domésticos, estão multiplicando instrumentos para fazerem o bem fora de casa. Estão se tornando mais aptos para trabalhar na igreja. Educando discretamente seu pequeno rebanho, ligando os filhos a si mesmos e a Deus, pais e mães tornam-se colaboradores de Deus. A cruz é erguida em seu lar. Os membros da família tornam-se membros da real família do alto, filhos de celeste Rei.” Filhos e Filhas de Deus, 223.

As influências de um lar assim podem alcançar muito além do círculo sagrado. Do mesmo modo que a glória do Shekinah brilhava do lugar santíssimo para o lugar santo, para o pátio e para fora no acampamento, a luz do amor dos pais deve brilhar para os filhos e para outros.

Reflexão: Como os pais podem se tornar “mais aptos para trabalhar na igreja” ?

A Posição e Responsabilidade do Pai

O Laço de União da Família: “O marido é o laço de união dos tesouros do lar, unindo mediante sua afeição devotada, forte, fervente, os membros da família – mãe e filhos – nos mais fortes laços de união. Su nome é definindo como laço de união da família…. Vi que poucos pais sentem sua responsabilidade.” O Lar Adventista, 211.

Reflexão: Por que a função de “laço de união” é mais própria para o mairdo do que para a mulher?

A Cabeça do Lar: “O marido e pai é a cabeça da família. A esposa espera dele amor e interesse, bem como auxílio na educação dos filhos, e isso é justo. Os filhos pertencem-lhe, da mesma maneira que a ela, e sua felicidade igualmente lhe interessa. Os filhos esperam do pai apoio e guia; cumpre-lhe ter justa concepção da vida, e das influências e associações que devem rodear sua família; ele deve ser regido, acima de tudo, pelo amor e temor de Deus, e pelos ensinos de Sua Palavra, a fim de lhe ser possível guiar os pés dos filhos no caminho reto…
“O pai deve fazer sua parte para tornar o lar feliz. Sejam quais forem seus cuidados e perplexidades nos negócios, não permita que estes ensombrem a família; deve penetrar em casa com sorrisos e palavras aprazíveis.” O Lar Adventista, 211, 212.

Para cumprir sua função como cabeça do lar, o pai deve reconhecer que sua esposa precisa de amor e simpatia e sua ajuda na educação dos filhos, e que os filhos precisam de apoio e direção. O pai também precisa cuidar para não sobrecarregar a família com preocupações e problemas relacionados ao trabalho. Isto faz parte de sua responsabilidade em tornar o lar feliz.

Reflexão: Para que o esposo seja o verdadeiro cabeça da família, que conceitos ele precisa compreender e por eles ser controlado?

O Legislador do Lar: “Todos os membros da família se centralizam no pai. Ele é o legislador, ilustrando na própria varonilidade as importantes virtudes: energia, integridade, honestidade, paciência, coragem, diligência e pretatividade.” O Lar Adventista, 212.

As leis, ou regras, do lar podem ser estabelecidas e executadas pelo pai de duas maneiras: Sem discussão e conselhos dos membros da família, o que inevitavelmente resulta em ditadura ou com discussão e conselhos dos membros da família, o que normalmente resulta em um lar feliz.

O Sacerdote do Lar: “O pai é em certo sentido o sacerdote da família, apresentando ente o altar de Deus o sacrifício da manhã e da tarde. A esposa e os filhos devem ser encorajados a unir-se nesta oferenda e também a participar dos cânticos de louvor. De manhã e de tarde o pai, como sacerdote da familia, deve confessar a Deus os pecados cometidos por ele mesmo e pelos seus filhos durante o dia. Tanto os pecados de que se tem conhecimento como aqueles que são secretos e que só Deus conhece devem ser confessados.” O Lar Adventista, 212, 213.

Reflexão: O que a função de sacerdote inclui para o esposo?

A Posição e Responsabilidade da Mãe

Igualdade com o Marido: “A mulher deve ocupar a posição que Deus originariamente lhe designou, de igualdade com o marido. O mundo necessita de mães que o sejam não meramente no nome mas em todo o sentido da palavra. Podemos dizer com segurança que os deveres que distinguem a mulher são mais sagrados, mais snatos, que os do homem. Compreenda a mulher a santidade de sua obra e na força e temor de Deus assuma a missão de sua vida. Eduque seus filhos para serem úteis neste mundo e para o lar no mundo melhor.

“A esposa e mãe não deve sacrificar sua força e permitir fiquem inativas suas faculdades, dependendo inteiramente do esposo. Sua individualidade não pode imergir na dele. Ela deve sentir que é igual ao marido – deve estar ao seu lado, fiel no seu posto de dever e ele no seu. Sua obra na educação dos filhos é em todos os aspectos tão elevada e nobre como qualquer posição de honra que ele seja chamado a ocupar, ainda que seja a de principal juiz da nação.” O Lar Adventista, 231

Reflexão: Como a esposa pode legítimamente ser ïgual ao marido”, quando Deus disse, “e ele te dominará”? (Gênesis 3:16). Poderia ser nas áreas dos “deveres que a distinguem”? Em sua individualidade? Leia Provérbios 31:10-31.

Os deveres distintos da esposa no treinamento dos filhos são a obra mais elevada já confiada aos mortais. Eles são de igual importância a qualquer responsabilidade que um homem possa ter.

A Rainha do Lar: “O rei em seu trono não tem função mais elevada que a mãe. A mãe é a rainha do lar. Ela tem em seu poder o modelar o caráter dos filhos, para que estejam capacitados para a vida mais alta, imortal. Um anjo não desejaria missão mais elevada; pois em fazendo sua obra ela está realizando serviço para Deus. Compreenda ela tão somente o elavado caráter de sua tarefa, e isto lhe inspirará coragem. Compreenda ela a dignidade de sua obra e tome toda a armadura de Deus, para que possa resistir a tentação de conformar-se aos padrões do mundo. Sua obra é para o tempo e a eternidade. O Lar Adventista, 231, 233

Como uma rainha é respeitada e honrada por seus súditos, a mãe também merece respeito e honra de seu esposo e filhos.

Reflexão: Qual é a avaliação de Deus quanto ao trabalho da mãe? O que a mãe deve sentir ao perceber quão elevado é o caráter de sua tarefa?

Sua Influência é Excelsa: “A mãe é a rainha do lar, e os filhos são os seus súditos. Deve governar a casa sabiamente, na dignidade de sua maternidade. Sua influência no lar deve ser excelsa; sua palavra lei. Se é cristã sob o governo de Deus se imporá ao respeito dos filhos.” O Lar Adventista, 232.

Como pode o marido bem como a mulher cumprirem suas responsabilidades designadas por Deus e ainda assim não dominarem um ao outro? (Genesis 2:24; 1 Coríntios 7:3).

Sacerdote Quando o Pai está Ausente: “Esse procedimento, zelosamente seguido pelo pai quando presente, ou pela mãe quando o pai está ausente, resultará em bênção sobre a família.” O Lar Adventista, 212.

A mãe não pode se apoiar na experiência cristã de seu esposo. Para ser capaz de liderar como sacerdotisa do lar na ausência do pai, ela precisa ter sua própria experiência para compartilhar.

O Lar, um Centro de Influência

“O verdadeiro esforço cristão começa na família, devendo-se expandir do centro para abranger esferas mais amplas. Uma pessoa salva no círculo de sua família ou na vizinhança, pelo seu paciente e esforçado trabalho, trará ao nome de Cristo tanta honra e brilhará tão intensamente em sua coroa, como se você a houvess
e encontrado na China ou na Índia.” Filhos e Filhas de Deus, p. 252.

Que Deus nos ajude a tranformar nosso lar em um centro de influência para levar outros a Jesus.

Tirado do livro “Home Leadership” [Liderança do Lar], W.D. Frazee Sermons Ministry.

O Santuário do Lar
Classificado como:    

Uma ideia sobre “O Santuário do Lar

  • 13 de julho de 2016 às 23:14
    Permalink

    Belíssima reflexão… Deus mais uma vez, usando essa abençoada família …. Deus os guie sempre!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *