Uma brisa carregada com perfume de pinheiros passou pelo carpete verde da campina e subiu até o topo da montanha onde eu estava sentada tentando absorver o cenário. Por todas as partes, cadeias após cadeias de montanhas surgiam no horizonte – os Rockies Canadenses ao norte e os picos agudos do Glacier National Park para o leste. Ao olhar para o lindo panorama, fiquei admirada com a silenciosa majestade da criação de Deus.
Mas o que é isto? Abaixei melhor para olhar. Uma florzinha branca voltada para cima para receber a quente luz do sol da tarde. O chão estava coberto com milhares daquelas flores puras, todas voltadas para o sol.
Elas eram tão pequenas comparadas com a grandeza das montanhas ao redor, mas aquilo era uma das coisas que as tornava tão lindas. Inconscientes de que estavam rodeadas de por coisas muito mais grandiosas que elas mesmas, expressavam sua beleza, para ser vista ou não. Este é o espírito da verdadeira modéstia.
Flores não tentam chamar atenção
Modéstia, na verdade, significa contentamento. Contentamento é algo lindo, e é perfeitamente retratado em uma flor. Flores crescem onde são plantadas, sem pensar sobre quem as estará olhando, ou sobre a próxima pessoa que vão querem impressionar.
 Elas simplesmente vivem para glorificar seu Criador. Assim como as flores, não precisamos pensar sobre quem está nos olhando ou quem precisamos impressionar; podemos simplesmente viver com um único objetivo – deleitar nosso Criador. Para a garota que tem vivido na escravidão de tentar impressionar, esta será a mais inexpressível liberdade.
O modo como nos vestimos pode ser um meio para atrair atenção indevida para nós mesmos. Mesmo que pensemos que estamos nos vestindo com modéstia, ainda assim seria bom olharmos nosso guarda-roupa de modo crítico, e em oração, e de modo imparcial verificar se possivelmente estamos sendo uma pedra de tropeço para os nossos irmãos.
Aqui estão algumas perguntas que podemos fazer a nós mesmas. Você pode precisar da ajuda de sua mãe ou irmã para responder algumas delas.
·         Os meus decotes são altos o suficiente de modo que quando me abaixo não vão se abrir e revelar muito (do ponto de vista de outra pessoa, não meu?)
·         A minha roupa acentua minhas formas porque estão muito apertadas? Um princípio que ouvi é que a roupa deve ser justa o suficiente para mostrar que você é uma mulher, mas solta o suficiente para mostrar que você é uma dama. Como regra geral, se a roupa se ajusta com a parte inferior de uma curva do seu corpo ela está muito apertada.
·         As minhas saias e vestidos são longos o suficiente de modo que cubram meus joelhos o tempo todo – em pé, caminhando e assentada, ao me abaixar, etc.?
·         Quanto a minha saia revela? Se alguma de suas saias possui fendas, peça à sua mãe ou irmã que considere o quanto está mostrando, especialmente ao andar e subir escadas. Uma recente pesquisa feita com homens revela que o efeito “mostra-esconde” de uma saia longa com fenda é mais provocante que uma saia curta.
·         A minha roupa revela o contorno da minha roupa íntima em algum momento?
A modéstia é uma proteção garantida para cada jovem. Um vestido simples e modesto combinado com um comportamento modesto circula a garota com uma atmosfera reservada. Essa reserva sagrada age como um escudo contra muitos perigos. Se seu objetivo em sua escolha de roupas é chamar atenção para Deus, e você está honestamente buscando a vontade dEle em sua vestimenta, Ele vai ser fiel em preservá-la do mal.
Uma flor está inconscientemente dando. Uma flor, que exala sua fragrância para os outros, está totalmente inconsciente da bênção que está dando. Igualmente, o modo como nos vestimos e nos conduzimos irá (inconscientemente para nós) ser uma bênção para os que estão ao nosso redor, e um testemunho irrefutável do poder de Deus.
A fonte da beleza da flor está escondida abaixo da superfície em suas raízes. Do mesmo modo que a fonte de vida e beleza de uma flor está abaixo da terra, a pura beleza do caráter encontra sua fonte em uma profunda conexão com Deus. Se tentarmos cultivar modéstia (especialmente modéstia de conduta) sem primeiro ter uma conexão com Deus, falharemos miseravelmente. Nossa conexão deve ser constante; caso contrário, em momentos de descuidado, o inimigo será bem sucedido em nos conduzir ao pecado. Para desenvolver esta conexão, precisamos passar mais tempo contemplando o Sol da Justiça.
As flores se voltam para o sol. Como seria um campo de margaridas se todas as flores estivessem focalizadas umas nas outras, ou pior ainda, focalizadas em si mesmas? Seria terrível – o campo seria todo desorganizado, sua beleza seria estragada. Mas imagine o mesmo campo do modo como Deus o criou para ser – todas as flores voltadas ao sol. É uma imagem linda! Igualmente, a pessoa que entregou as mais profundas afeições de seu coração a Cristo, que não fica preocupada quanto ao que os outros pensam dela (pois é Cristo que ela almeja agradar), e que está vivendo sua vida com o alvo de glorificar a Ele, é uma imagem refrescante e linda!
Se Cristo não possui suas mais profundas afeições e você está focalizada em si mesma, mas se você deseja que Ele seja Aquele que é totalmente desejável aos seus olhos, não perca a esperança! Faça disto motivo de oração sincera, Ele lhe satisfará o desejo do coração e não lhe negará as súplicas dos seus lábios (Veja Salmo 21:2).
Este raro e precioso dom da modéstia – a beleza inconsciente retratada de modo tão perfeito em uma flor – é uma das únicas coisas que a Bíblia menciona especificamente como sendo de grande valor aos olhos de Deus. Cristo diz o seguinte sobre aqueles que mantiveram seu coração puro, “andarão de branco junto comigo, pois são dignas” (Apocalipse 3:4). 
Escrito por Rachel Krum. Traduzido por Rute Bazan.
Modéstia: Através dos Olhos de uma Flor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *