Image result for parent talking to childAlgum tempo atrás assisti uma entrevista com uma educadora e palestrante cristã chamada Cinda Osterman e ela deu algumas dicas muito interessantes sobre a educação de filhos.

Vejam só que contraste entre o modelo humano e o modelo Divino de educar os filhos. Muitas vezes estamos acostumados a seguir o modelo humano, talvez porque nós fomos educados assim, ou por que é assim que todos fazem, mas Deus nos convida e rever nossos princípios e buscar sabedoria nEle para educarmos nossos filhos para o Céu e para vivermos em uma atmosfera de mais alegria e paz em nosso lar.

O Modelo Humano
O Modelo Divino
1. Ignorar o mau comportamento da criança.
2. Repetir a instrução (contar 1, 2, 3….)
3. Desculpar o pecado (Ele não dormiu bem essa noite, por isso está mal humorado…)
4. Subornar (Se fizer isso vai ganhar isso…)
 5. Ameaçar (Se fizer isso vai apanhar….)
6. Deixar a criança governar o lar
7. Ordenar asperamente a criança
1. Em vez de ignorar a criança, lidar com qualquer comportamento que não seja semelhante ao de Cristo.
2. Em vez de repetir a instrução, certificar-se que a criança obedeça da primeira vez. Mesmo que tenha que ajudá-la. Não permita desobediência em seu lar, mesmo por parte de outras crianças.
3. Não dê desculpas. Ajude a criança a entender que ações erradas são pecado, e que em Jesus podemos ter forças para vencê-las.
4. Não suborne. Ao subornar estamos fortalecendo o “eu”. Recompense porque ela é obediente, e não para ser obediente. Recompense por fazer a escolha correta (como uma surpresa, não promessa). Recompensas podem ser: abraços, oração, palavras bondosas, beijos, brinquedos pequenos (ocasionalmente). Dizer: “O que você fez foi especial porque você permitiu que Jesus trabalhasse em seu coração”.
5.  A ameaça não motiva. É como o suborno, mas é negativa. Fortalece o “eu”. Trabalhe com o coração, da causa para o efeito.
6.  Os filhos não governam o lar. Os pais devem governar o lar. Muitos filhos governam o lar desde cedo. Os pais os deixam gritar, deixam que durmam na cama dos pais, atrapalhando o casal, etc. Se a criança chorar e fizer birra, ore com ela e faça o que é correto mesmo que tenha que aplicar uma consequência.
7.  Não ordene a criança, mas conquiste a vontade dela.  A vontade é a livre escolha da criança. Em vez de obedecer porque você disse para obedecer, devem obedecer porque escolhem obedecer.
Método Humano x Método Divino de Disciplinar Filhos

2 ideias sobre “Método Humano x Método Divino de Disciplinar Filhos

  • 15 de Janeiro de 2017 às 00:47
    Permalink

    amei!!! gostaria de ter mais coisa sobre a cinda, sobre orientar as crianças atraves da biblia.

    Responder
  • 14 de setembro de 2013 às 14:38
    Permalink

    Muito obrigada Rute por compartilhar! Já tinha escutado uma palestra dela e gostei muito de relembrar esses tópicos!! Vou imprimir e colocar na geladeira! Que Deus abençõe
    Beijos
    Lu Riges

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *