Sempre gostei de plantas, até trabalhei por um tempo em uma floricultura na época da faculdade, mas nunca fui muito dedicada à minhas próprias plantas, talvez mais por falta de tempo do que de vontade. Nesses últimos anos, no entanto, conheci as famosas “suculentas” e como dizem, me apaixonei por elas!
Dez anos atrás ganhei minha primeira suculenta, mas por muitos anos não conheci outras espécies até dois anos atrás visitei alguns amigos e vi a imensa variedade de tamanhos e formatos que existem. Meu interesse então aumentou e aos poucos fui conseguindo mais e mais variedades e agora confesso que virou um hobby. Tenho mais de 20 espécies e cuido delas com muito carinho.
Acredita-se que existem mais de 20,000 espécies de suculentas no mundo. Vieram originalmente dos climas áridos da África e América. Suas cores variam entre tonalidades de verde, amarelo, rosa, vermelho, roxo e até azul. A maioria das suculentas não possui folhas, mas sim caules ou hastes, e ocasionalmente produzem flores.
Conforme aprendo a cuidar das minhas suculentas, tenho aprendido inúmeras lições espirituais que podem ser aplicadas à minha caminhada cristã. Compartilho com você algumas delas.
Suculentas necessitam de pelo menos quatro horas diárias de luz natural. Um fato muito interessante é que elas mudam de cor dependendo da quantidade de luz que recebem. Normalmente quanto mais luz recebem, mais coloridas ficam. Nós igualmente precisamos de Jesus, a luz do mundo. Quanto mais perto dEle estamos nossa vida também passa a ter mais cor, tudo fica mais alegre.
As suculentas são plantas “gordinhas” que tem a capacidade de absorver e armazenar água nas folhas, caules, troncos e raízes, o que as protege das altas temperaturas e do clima árido. Na Bíblia Jesus é comparado com a água da vida. Quando nós bebemos da água que é Jesus e O armazenarmos em nosso coração, somos capazes de vencer os climas áridos e problemas que enfrentarmos na vida. Devido à essa capacidade de armazenar água, as suculentas são plantas resistentes, portanto, exigem pouca manutenção. Nós cristão também podemos cada dia ser mais resistentes ao pecado, armazenando Jesus, a Água da vida em nosso coração.
Talvez uma das características que mais aprecio nas suculentas é a sua capacidade de fácil reprodução.  Eu particularmente gosto muito de preparar mudinhas e compartilhar com meus vizinhos e amigos. A maioria das espécies pode ser reproduzida simplesmente retirando uma pequena haste e deixando-a em contato com a terra. Em poucos dias um brotinho surge e uma nova planta se inicia. Como cristãos também devemos ser assim. Cada palavra que falarmos e cada ação que praticarmos deve estar tão cheia de Cristo, que ao entrarmos em contato com os outros deixaremos um pedacinho dEle com elas.
Que Deus nos ajude a sempre aprender mais através das belas lições da natureza. Que cada um de nós possa ser cada dia mais como pequenas suculentas, sempre cheios de Jesus, a água da vida, resistindo às provações e acima de tudo, atraindo as pessoas à Cristo, para que eles também se apaixonem por Ele.
Rute Bazan
Lições das Suculentas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *