Muitas pessoas, quando confrontadas com a idéia de organizar suas atividades diárias dentro de horário, costumam dizer: “Ah não, um horário limitaria a minha vida, eu preciso de liberdade”. Por muito tempo eu pensei assim. Mas o engraçado é que ao conhecer famílias que seguem um horário, comecei a perceber que esta declaração não poderia ser mais errada. Ao contrário, quem não segue um horário, de um modo geral é escravo do tempo, pois não tem controle sobre o mesmo.
De uns anos para cá tenho percebido que famílias que seguem um horário para suas atividades diárias não apenas têm mais tempo para realizar suas tarefas, mas também são mais unidas e felizes. Alguns desses exemplos nos influenciaram a pelo menos tentar estabelecer um horário em nosso lar, e os resultados que temos alcançado até aqui têm sido muito positivos. Não é fácil, mas cada vez que percebermos que algo se tornou um hábito e funciona naturalmente sentimos que foi uma vitória com Deus!
Conselhos como o encontrado no livro Orientação da Criança, p. 125, me fazem entender que Deus se agrada que a nossa vida em família seja organizada dentro de um horário. “Tanto quanto possível, é bom considerar o que deve ser realizado durante o dia. Fazei uma lista dos diferentes deveres que aguardam a vossa atenção e ponde de parte certo tempo para a realização de cada um deles. Faça-se tudo completamente e com correção e desenvoltura… Marcai uma certa quantidade de minutos para fazer o trabalho, e não pareis para ler os jornais e livros em que os vossos olhos recaem, mas dizei a vós mesmos. “Não, só tenho tantos minutos para fazer o trabalho e devo realizar minha tarefa no tempo determinado.”
Após ler o testemunho a seguir de John e Teresa*, passei a compreender que estabelecer um horário na família não é apenas uma questão de organização, mas acima de tudo é uma questão espiritual. E é por isso que só pode ser alcançado pelo poder de Deus. Veja o que eles contam:
“Em nosso lar descobrimos que um dos ingredientes mais importantes para se ter uma vida familiar feliz, regular e produtiva é seguir um horário. Passei a ver o horário como uma forma de disciplina – a disciplina da boa administração do tempo. O princípio por trás de um horário é “um lugar (ou tempo) para tudo e tudo em seu lugar”. Este princípio é amplo e se aplica não apenas ao tempo (seguir um horário), mas também às finanças (viver dentro da renda), posses (organização), talentos e qualquer outro recurso que Deus nos confiou. Quando você prontamente de submete à disciplina de seguir um horário, depois de planejá-lo cuidadosamente e em oração para cumprir a vontade de Deus e as necessidades de sua família, ele na verdade se torna uma bênção e traz liberdade. Como Tiago 1:25 diz: “Mas aquele que considera, atentamente, na lei perfeita, lei da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte negligente, mas operoso praticante, esse será bem-aventurado no que realizar.” Descobrimos que isto é verdade. Ao fazermos escolhas diárias para submetermos nossos planos e objetivos à conhecida vontade (lei) de Deus vivendo uma vida disciplinada e organizada, a própria lei traz liberdade e nós somos verdadeiramente abençoados.
Por esta razão, reconhecemos que nosso inimigo fez todo o possível em seu poder para impedir nossa família de seguir um horário. Todas as vezes que fizemos um esforço para permanecer no horário, ele veio como um dilúvio para nos oprimir e nos fazer sentir que é um alvo realmente impossível de ser alcançado. Mas com Cristo descobrimos que é verdadeiramente possível! Aqui estão algumas importantes lições que aprendemos com a nossa experiência:

1.       É verdadeiramente impossível – por nossas próprias forças – seguir um horário. Tentamos e tentamos até que desistimos. Tenho um amigo que costuma dizer “tentar é o castigo de escolher”. Então oramos, “Senhor, se for para seguirmos um horário, terá que ser a Sua obra. Somo incapazes.” De repente, começou a funcionar! Tivemos que atingir o fim do nosso próprio esforço, para que pudéssemos reconhecer onde está a fonte do nosso poder.
2.       Reconhecer que esta é uma batalha espiritual. Não estamos lutando contra o sangue e carnes. Esta questão é muito maior que simplesmente seguir ou não seguir um horário; tem que ver com uma entrega pessoal para conhecer a vontade de Deus. Em outras palavras, tem que ver com salvação.
3.       Fazer uma lista das coisas que você precisa fazer então certificar-se que tudo que você precisa fazer tem um tempo designado para ser realizado dentro do horário.
4.       Reconhecer os inimigos de um horário:

a.      Focalizar na tarefa, em vez de no tempo. Para mim, como homem, isto tem sido um grande inimigo. Mas Teresa também tem lutado com isso. Nós dois gostamos de permanecer em uma tarefa até a concluirmos. Como trabalhamos em casa, frequentemente dizemos, “estou quase acabando este projeto”. Então terminamos o projeto à custa do nosso horário. Mas mesmo se saímos do horário por apenas dez minutos parece que tudo sai fora do lugar. Seguir um horário exige que saiamos do enfoque de realizar a tarefa de uma vez, para realizar tanto quanto possível dentro do período de tempo pré-estabelecido.
b.      Distrair-se com facilidade. Quantas vezes saí para fazer uma tarefa, e me distraí com algo que tinha esquecido de fazer na semana (dia) anterior. Fazer uma lista ajuda resolver este problema.
c.        Nunca permitir margem de tempo em sua vida. Planeje dentro de seu horário algum tempo livre para projetos pessoais para que você consiga fazer aquelas pequenas coisas que distraem que não estavam no plano; ou para simplesmente sentar e fazer algo que você goste, para relaxar.
d.      Um espírito de descontentamento. Contente-se com o que o Senhor graciosamente lhe deu. Normalmente é o espírito de descontentamento que nos faz ultrapassar tanto nossos limites de tempo como de dinheiro.”*
Se você sentir em seu coração, como eu, o desejo de organizar sua vida dentro de um horário. Aqui vão algumas dicas práticas que me ajudaram no início. Comece estabelecendo horário para algumas das atividades mais importantes como: horário de dormir e levantar, comunhão pessoal e culto familiar, refeições.  Quando essas atividades estiverem regulares procure acrescentar outras nos espaços até que sua semana esteja organizada.
Lembre-se que se for tentado a deitar ou levantar mais tarde no final de semana, terá problemas em voltar ao horário regular nos demais dias. Além de que uma das primeiras coisas que deixamos de fazer quando saímos do horário é a comunhão com Deus e o culto familiar o que traz outras conseqüências negativas para o dia. Uma coisa que percebi aos poucos é que para organizar a vida dentro de um horário precisamos considerar o que realmente é prioridade. Abrir mão de coisas que não são tão importantes para ter tempo para as mais importantes.
Espero que estas dicas sejam úteis para você. Que Deus lhe abençoe na organização do seu tempo!

*Escrito por John Krum para o livro The Powerful Potentials of Homeschool, Restoration International Publishing. Traduzido por Rute Bazan. Usado com permissão.

Há Tempo Para Tudo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *