Eu me lembro do dia em que diante de Deus, nossos familiares, e amigos, prometi solenemente amar, honrar e cuidar do meu esposo até a morte. Honrar? Como deveria cumprir este voto?
Em uma sessão de aconselhamento pré-nupcial, nosso pastor me aconselhou a não passar na frente do meu esposo. Eu costumo pensar rápido, mas isto não significa que as minhas decisões são sempre melhores. De fato, os pensamentos profundos do meu esposo frequentemente o capacitam a tomar decisões melhores. Quando alguém faz uma pergunta, sou tentada a responder primeiro; mas o Espírito Santo está me lembrando de dar ao meu esposo tempo para responder.
Romanos 12:10 declara, “preferindo-vos em honra uns aos outros”, mas como posso aplicar este princípio de maneira prática em minha vida? Planejando com antecedência e buscando oportunidades para honrar aquele que eu amo têm sido muito positivo para o nosso casamento. Creio que é importante para o auto-respeito do meu esposo, encorajá-lo ficando quieta e atenta conforme ele expressa seus pensamentos. Isso lhe revela que eu acho que ele é inteligente e que valorizo o que diz. Quero que nossos filhos vejam meu esposo como o líder em nosso lar e posso construir ou destruir esta posição pelo modo como escolho honrá-lo.
Recentemente, estávamos antecipando uma agradável noite com amigos para celebrar o 9° aniversário do nosso filho. Havia feito um bolo e estava aguardando ansiosa para decorá-lo quando meu esposo perguntou se ele podia fazê-lo. Senti que como decoradora profissional poderia não apenas decorá-lo mais rápido, mas deixá-lo mais bonito também. Mas será que isto honraria meu esposo? Escolhi deixá-lo decorar o bolo do nosso filho. O estilo dele era básico, mas também único, com cores bem escolhidas. Nossos amigos ficaram surpresos com sua criação, e nosso filho ficou tão orgulhoso do bolo que “o papai fez”. Eu também fiquei feliz com a escolha que fiz para honrá-lo.
Esposas, esta é uma lição difícil de ser aprendida e frequentemente precisa ser repetida. Diariamente, nas pequenas e grandes decisões, estamos escolhendo ferir ou honrar nosso esposo. Que possamos ouvir o convide do Pai Celestial ao compreendermos que honrar nosso esposo é sempre a melhor escolha.
Delores Mishleau
Traduzido e usado com permissão do projeto Forever a Family (www.foreverafamily.org).
Caminhando Juntos… Ou Correndo na Frente?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *