“Disse Jesus acerca das Escrituras do Antigo Testamento – e quanto mais é isto verdade do Novo! – “São elas que de Mim testificam” (João 5:39), – dEle que é o Redentor. Aquele em quem se centralizam nossas esperanças de vida eterna.

Sim, a Bíblia toda fala de Cristo. Desde o primeiro relatório da criação – pois “sem Ele nada do que foi feito se fez” (João 1:3) – até à promessa final: “Eis que cedo venho” (Apoc. 22:12) lemos acerca de Suas obras e ouvimos a Sua voz. Se desejais familiarizar-vos com o Salvador, estudai as Santas Escrituras.

Enchei o coração todo com as palavras de Deus:

– São elas a água viva, a mitigar vossa sede ardente.

– São o pão vivo do Céu.

Jesus declara: “Se não comerdes a carne do Filho do Homem e não beberdes o Seu sangue, não tereis vida em vós mesmos.” João 6:53. E Ele mesmo explica essa declaração, dizendo: “As palavras que Eu vos disse são espírito e vida.” João 6:63.

Nosso corpo é formado pelo que comemos e bebemos; e como se dá na economia natural, assim também na espiritual; é aquilo em que meditamos, que dará força e vigor à nossa natureza espiritual.

O tema da redenção é tema que os próprios anjos desejam penetrar; será a ciência e o cântico dos remidos através dos séculos da eternidade. Não é ele digno de atenta consideração e estudo agora? A infinita misericórdia e amor de Jesus, o sacrifício feito por Ele em nosso favor, demandam a mais séria e solene reflexão.

– Devemos demorar o pensamento no caráter de nosso amado Redentor e Intercessor.

– Devemos meditar na missão dAquele que veio salvar Seu povo, dos seus pecados.

Ao contemplarmos assim os temas celestiais, nossa fé e amor se fortalecerão, e nossas orações serão cada vez mais aceitáveis a Deus, porque a elas se misturarão cada vez mais a fé e o amor. Serão inteligentes e fervorosas. Haverá mais constante confiança em Jesus, e uma diária e viva experiência em Seu poder de salvar perfeitamente a todos os que por Ele se chegam a Deus.

Ao meditarmos nas perfeições do Salvador, havemos de desejar ser transformados por completo, e renovados na imagem de Sua pureza.A alma terá fome e sede de tornar-se semelhante Àquele a quem adoramos.

Quanto mais nossos pensamentos se demorarem em Cristo, tanto mais falaremos dEle aos outros e O representaremos perante o mundo.”

Caminho a Cristo, p. 88-89


Imagem: www.freedigitalimage.com
Aprendendo de Cristo na Bíblia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *